Regional da Transamazônica realiza atividade lúdica sobre higienização das mãos

Tema é essencial para reduzir contaminações e foi abordado com pacientes, acompanhantes e colaboradores

Os pacientes de hemodiálise que frequentam o Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), em Altamira, sudoeste do Pará, participaram, nesta quinta-feira (28), de um momento de conscientização sobre a importância da higienização das mãos.

A Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) recomenda que o hábito de lavar as mãos seja ensinado desde cedo, fazendo parte da educação infantil na escola e em casa.

De acordo com Rayanne Lopes, coordenadora do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) do hospital, lavar as mãos reduz as chances de contaminação de doenças, promovendo a segurança de pacientes, profissionais de saúde e da população em geral.

Para educar e disseminar informações sobre a importância desta prática, a unidade desenvolveu o projeto “Multiplicador de Atitude”, que ensina profissionais, pacientes e acompanhantes a fazer uma higienização correta e com a técnica adequada para limpar todas as áreas das mãos.

“Nossas mãos são as principais vias de transmissão de germes e microrganismos e, assim, sua correta higienização pode evitar o desenvolvimento de enfermidades, como resfriados e a própria Covid-19”, explica a profissional.

Ações internas

No Hospital Regional Público da Transamazônica as ações acontecem de forma lúdica, com auxílio de um cartaz especificando as partes do processo correto de higienização. Além disso, os trabalhadores também são convidados a repetir a técnica correta para fixá-la e ensinar aos pacientes e acompanhantes.

Larissa Regina é técnica de Enfermagem atuante na hemodiálise da unidade, que pertence ao Governo do Pará e é gerenciada pela Pró-Saúde. Segundo ela, a prevenção começa dentro de casa e manter a população esclarecida e atualizada das medidas de prevenção é primordial para combater doenças e epidemias.

“É um ato tão simples e ao mesmo tempo tão seguro. No momento em que ainda estamos vivendo, é um cuidado essencial, pois a higienização inibe inúmeras doenças, além proteger a nós e quem amamos”, destaca Larissa.

O pequeno Ezequiel Oliveira, de apenas 13 anos, paciente da hemodiálise, ficou atento observando o tabuleiro que foi criado pela equipe para orientá-lo sobre como lavar as mãos. “Foi uma maneira legal e divertida de aprender. Agora sei lavar as mãos da maneira certa e vou poder ensinar meus amigos e minha família”, conta com alegria.

Higienização correta

As mãos devem ser higienizadas com água e sabonete nas seguintes situações:

• Quando estiverem visivelmente sujas;
• Ao iniciar e terminar o turno de trabalho dentro de uma unidade hospitalar;
• Antes e após ir ao banheiro;
• Antes e depois das refeições;
• Antes de preparar alimentos;
• Antes de preparar e manipular medicamentos.

Álcool gel

• Aplicar uma quantidade suficiente de preparação alcoólica em uma mão em forma de concha de modo que ela venha a cobrir toda a superfície das mãos;
• Friccionar as mãos entre si;
• Não se esquecer de espalhar o gel ou solução entre os dedos e sob as unhas;
• Esperar as mãos secarem.