Colaboradores do Regional da Transamazônica recebem capacitação de atendimento em Libras

Linguagem facilitará a comunicação com os pacientes e acompanhantes com deficiência auditiva

Os profissionais que atuam no Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), unidade gerenciada pela Pró-Saúde em Altamira, participaram de uma capacitação da Língua Brasileira de Sinais (Libras). A capacitação teve como objetivo melhorar o atendimento a pessoas com deficiência auditiva que são atendidas na unidade.

Organizado pelo Núcleo de Educação Permanente (NEP) do hospital, o curso foi realizado nesta terça-feira (14), em dois turnos e contou com a participação de 20 colaboradores dos setores assistencial, administrativo e de apoio.

De acordo com Shayne Pinheiro, coordenadora do NEP, é importante e imprescindível capacitar os colaboradores da unidade para proporcionar um melhor atendimento às pessoas com deficiência auditiva.

“Assim, avançamos na promoção de uma saúde segura, de qualidade e acessibilidade aos nossos pacientes e acompanhantes. Tivemos muita procura pelo curso, nossos funcionários estavam motivados e interessados em aprender. Já estamos nos programando para o nosso próximo encontro, que deve ocorrer em breve”, explica a coordenadora.

Para a professora Monalisa Barros, o atendimento em libras no ambiente hospitalar é responsabilidade de todos e é importante tornar a língua cada vez mais comum e acessível.

“A turma estava focada em aprender. Eles me receberam muito bem e eu percebi que eles possuem o jeito certo para sinalizar. Já os vi praticando pelos corredores aqui do hospital. Então, tenho certeza que os atendimentos às pessoas surdas será muito bem feito”, conclui a professora.

Fernanda Guedes é auxiliar administrativa do HRPT e foi uma das participantes do curso. Para ela, foi uma inovação. “É um conhecimento a mais que poderemos passar adiante. Tenho certeza que os pacientes com deficiência auditiva se sentirão mais acolhidos e seguros”, finaliza.

O Regional da Transamazônica é reconhecido nacionalmente entre os melhores hospitais públicos do Brasil. A unidade possui a certificação ONA 3 – Acreditado com Excelência, concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA). O reconhecimento atesta a qualidade dos serviços prestados à população no interior do Pará.