Hospital Regional Público da Transamazônica conquista renovação de importante selo de qualidade nacional

A unidade passou por avaliação externa e renomada que confirma a excelência e qualidade no atendimento assistencial de pacientes

O Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), em Altamira (PA), irá concluir o ano de 2020 com importante conquista. A unidade renovou a certificação de qualidade em serviços de saúde no Brasil.

Com a certificação Acreditado com Excelência, concedida pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), o reconhecimento atesta que o HRPT atende aos padrões internacionais de qualidade e segurança assistencial dedicados aos pacientes.

Associada à ISQua, sigla em inglês para a Sociedade Internacional de Qualidade e Cuidados na Saúde, e com atuação ao lado de instituições com sede nos Estados Unidos, Reino Unido, França e Canadá, a ONA é a mais respeitada entidade avaliadora dos serviços de saúde no Brasil.

A organização avalia as unidades de saúde em três níveis de abrangência: Acreditado, Acreditado Pleno e Acreditado com Excelência. Antes de confirmar o título, a auditoria apura centenas de processos internos que envolvem o atendimento.

“O reconhecimento obtido com a certificação é uma demonstração da qualidade assistencial de toda a nossa equipe e refirma o nosso compromisso com toda a população atendida na unidade”, ressalta Edson Primo, diretor Hospitalar.

O Regional Público da Transamazônica é uma unidade de referência para casos de média e alta complexidades na região do Xingu.

Auditoria pela Fundação Carlos Alberto Vanzolini

Para renovar a certificação, o HRPT passou por auditoria entre os dias 20 e 21 de outubro, realizada pela Fundação Carlos Alberto Vanzolini, associada à ONA.

Ao todo, a fundação avaliou a qualidade e eficácia dos 1.160 processos e rotinas internos nos 50 setores da unidade, atestando a qualidade da gestão.

Para Thais Álvares, coordenadora do Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente (NQSP), um sistema de gestão de qualidade cumpre seus objetivos de forma adequada, focado na sustentabilidade, inovação e perenidade da instituição de saúde.

“Temos como suporte as diretrizes institucionais da Pró-Saúde, gestora do hospital, que alicerçam o nosso trabalho e integram no dia a dia da unidade um esforço contínuo pela excelência assistencial, ao lado da segurança e humanização no cuidado ao paciente”, comenta.

Atuação na pandemia

A atuação do HRPT na luta contra o novo coronavírus na região do Xingu foi um dos itens destacados durante a auditoria da Fundação Carlos Alberto Vanzolini.

A unidade foi um dos hospitais selecionados pela Secretaria de Saúde Pública do Pará (SESPA) e Ministério da Saúde para atender casos graves da Covid-19 na região.

Para atender os pacientes com a doença, o hospital passou por uma série de adequações, desde a estrutura física até a capacitação dos profissionais e protocolos de atendimento, exigindo dedicação e experiência de todos os profissionais de saúde.

“O HRPT conseguiu demonstrar uma gestão de qualidade, com melhoria contínua da qualidade e segurança assistencial. Esse trabalho garante eficácia e eficiência no atendimento”, parabenizou a auditora Angelina Helena Francisco.

Outra importante menção ao trabalho realizado pelo Hospital foi o protocolo para Covid-19 no atendimento de indígenas. “A unidade demostrou respeito e valorização a cultura indígena”, afirmou a também avaliadora, Suzana Silveira.

Pertencente e mantido pelo Governo do Estado do Pará, o Hospital Regional Público da Transamazônica é gerenciado pela Pró-Saúde, uma das maiores entidades filantrópicas de gestão de serviços hospitalares do país.

Este ano, por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a auditoria foi realizada remotamente. Três salas do HRPT foram preparadas com equipamentos de informática para transmitir, ao vivo, as apresentações dos setores.

A certificação ONA é um padrão de qualidade que integra a gestão realizada pela Pró-Saúde em todo o País. Além do HRPT, outros três hospitais públicos gerenciados pela entidade filantrópica no Pará detêm a mais alta certificação da ONA, Acreditado com Excelência

São eles: Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, Hospital Público Estadual Galileu (HPEG) e Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA).