Com mais de 90% de satisfação entre os pacientes, Hospital Regional Público daTransamazônica é referência no atendimento à saúde na região do Xingu

Unidade atua com certificação máxima da área da saúde no país e atende nove municípios no sudoeste paraense

O Dia Nacional do Hospital, lembrado neste 2 de julho, é uma data importante para lembrar a atuação de todos os profissionais que atuam na linha de frente contra o novo coronavírus (Covid-19). O desempenho dos colaboradores do Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), em Altamira, fez a unidade alcançar o índice de aprovação de 99,05% dos usuários acolhidos pelo hospital, no primeiro semestre de 2020.

Referência para mais de 500 mil pessoas nos nove municípios que atende, o HRPT, que pertence ao Governo do Estado e é administrado pela Pró-Saúde, está entre os 10 melhores hospitais públicos do Brasil, segundo ranking da Revista Exame, após conquistar a certificação máxima de qualidade, ONA 3 Acreditado com Excelência, concedido pela Organização Nacional de Acreditação, entidade responsável por avaliar critérios técnicos, procedimentos e de gestão de unidades de saúde.

Para o diretor Hospitalar, Edson Primo, o trabalho desempenhado na unidade é uma demonstração de que é possível fazer diferença na saúde pública. “O compromisso em ofertar serviços de excelência e de qualidade é o nosso foco. Nossos colaboradores dedicam-se para que os processos sejam cumpridos e, assim, o resultado garanta o bem-estar e a segurança dos nossos pacientes”, ressalta.

Covid-19

Além de atendimentos específicos, como a hemodiálise, o hospital também é referência para acolhimentos de pacientes com o novo coronavírus (Covid-19). Desde o início da pandemia, 91 pacientes já voltaram para casa recuperados do vírus. Muitos deles, usuários que estiveram internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HRPT.

Recertificação ONA 3

Em 2016, a unidade conquistou a certificação ONA 3 Acreditado com Excelência e, em 2019, renovou este reconhecimento, após nova avaliação da entidade. O status ONA 3 atesta que o Hospital da Transamazônica preenche todos os requisitos para um bom atendimento aos usuários. A certificação da ONA é uma das mais conceituadas do Brasil. São três níveis de Acreditação e cada um exige critérios minuciosos de qualidade, como promover a segurança do paciente, demonstrar gestão integrada, cultura organizacional de melhoria e maturidade institucional.

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 23 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.