Nove cidades do Pará contam com ações de Natal e solidariedade promovida por hospitais

As ações fazem parte da campanha “O sonho acontece com a sua doação”, idealizada pela Pró-Saúde nas unidades gerenciadas pela entidade no Estado

No mês de dezembro, em solidariedade e resgate dos principais valores do Natal, unidades de saúde de nove cidades do Pará protagonizaram ações filantrópicas e voluntárias para trazer mais alegria a várias pessoas nessa época do ano.

Com o tema “O sonho acontece com a sua doação”, promovida pela Pró-Saúde, entidade filantrópica que gerencia dez hospitais no Estado do Pará, doações foram arrecadadas por colaboradores para beneficiar crianças e famílias das comunidades onde cada hospital está inserido.

Ações em hospitais públicos

Entre as ações, mais de 700 doações foram arrecadadas pelos colaboradores do Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém. As doações se tornaram presentes para os pacientes infantis da unidade, sendo entregue pelo Papai Noel, super-heróis e até pela primeira-dama do Pará, Daniela Barbalho, durante vista na unidade.

Já o Hospital Público Estadual Galileu, também em Belém, entregou presentes aos filhos dos trabalhadores da Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Águas Lindas (ARAL). Mais de 100 famílias foram beneficiadas.

Para incentivar a fraternidade e promover relaxamento, os grupos de Humanização e Projetos Sociais do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, em Ananindeua, realizaram oficinas terapêuticas com temas natalinos. A atividade lúdica usou materiais recicláveis reaproveitados da unidade, como garrafas pet e rolos de papelão para a produção de enfeites usados posteriormente na decoração da unidade. A ação permitiu aos presentes que explorassem a criatividade, usando miçangas e tinta guache para decorá-los.

Em Santarém, o Hospital Regional do Baixo Amazonas inaugurou uma árvore de Natal com materiais permanentes, que serão utilizados pelos próximos anos. A unidade também entregou cerca de 100 brinquedos arrecadados durante a campanha para crianças que estão em tratamento no Regional. A entrega foi realizada por um Papai Noel voluntário.

Para receber os pacientes, acompanhantes e colaboradores, o Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan ganhou uma árvore natalina sustentável, feita com materiais recicláveis. Além de decorar o espaço da unidade, também é possível deixar uma mensagem de otimismo para o próximo ano, que podem ser deixadas por todos no hospital.

O Hospital Regional Público da Transamazônica, em Altamira, está arrecadando doações para contemplar pacientes e seus familiares, além de presentear as crianças internadas na Clínica Pediátrica. Na unidade, a ação é organizada pelo Grupo de Trabalho de Humanização (GTH), em parceria com a Faculdade Serra Dourada e estima ajudar 100 famílias. A entrega das cestas básicas será nos dias 23 e 24 de dezembro, às 13h30, no próprio hospital.

A programação de Natal no Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso, em Marabá, terá início neste sábado, 21, com distribuição de brinquedos para as crianças que estão internadas na enfermaria da UTI Pediátrica. Os itens foram doados por colaboradores da unidade e população em geral.

A entrega dos brinquedos contará com o auxílio dos voluntários do grupo “Médicos da Alegria” e do 4º Batalhão da Policia Militar (4º BPM). Nesta segunda-feira, 23, o Papai Noel irá pessoalmente ao hospital levar mais presentes e, na quarta-feira, 25, os Correios também entram no clima de solidariedade ao próximo atendendo os pedidos feitos pelos pacientes, por meio de cartinhas enviadas à instituição.

Na quinta-feira, 26, os colaboradores do Hospital Regional visitam a ONG (Organização Não Governamental) Semear, que atua no atendimento de crianças em situação de vulnerabilidade social, atendidas pela ONG Semear, com a entrega de presentes.

As unidades são gerenciadas pela Pró-Saúde, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado da Saúde Pública do Pará (Sespa).

A fraternidade supera distâncias no Pará

O tradicional “amigo secreto” entre os colaboradores do Hospital Yutaka Takeda, em Parauapebas, propôs um jeito diferente de ajudar o próximo. Os presentes foram entregues aos filhos dos colegas de trabalho, ao invés de serem trocados entre si. A ação teve como objetivo incentivar a solidariedade e o número de doações surpreendeu. Ao todo foram arrecadados 132 brinquedos, que beneficiaram 60 famílias.

No Hospital de Porto Trombetas, em Oriximiná, o Natal chegou com muita diversão e presentes. No dia 18, foi realizada a distribuição de brinquedos para mais de 90 crianças ribeirinhas, que também participaram de atividades lúdicas como teatro de fantoche e cantata natalina.

Em Canaã dos Carajás, o Hospital 5 de Outubro levou sorrisos e momentos de solidariedade para 23 crianças que fazem parte do projeto “Som de Jerusalém”, que incentiva a cultura musical. As crianças escreveram cartas para o Papai Noel, que foram entregues aos colaboradores do Hospital, para que os desejos fossem realizados.

Entre os presentes entregues pela equipe da unidade, estavam bola de futebol, chuteira, skate e até bicicleta. A campanha teve como objetivo estimular o espírito fraterno e solidário em todos.

O Yutaka Takeda e 5 de Outubro são mantidos pela Vale. Já a Mineração Rio do Norte mantém o Hospital de Porto Trombetas. Todas as unidades são gerenciadas pela Pró-Saúde.

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 22 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.