Após oito dias na UTI, paciente grave com Covid-19 recebe alta no Hospital Regional Público da Transamazônica

Mais um dia de muita emoção no Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), gerenciado pela Pró-Saúde em Altamira, com a alta de pacientes recuperados da Covid-19. Dessa vez, foi a dona de casa Bruna Maria Vilena, de 31 anos, que depois de 11 dias de internação, sendo oito deles na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), passou pelo corredor de aplausos e deixou a unidade após vencer a doença.

A alta aconteceu na manhã desta sexta-feira (19). A paciente deu entrada no hospital no dia 8 de junho, apresentando insuficiência respiratória aguda grave. Com um quadro delicado, ela precisou ser imediatamente entubada na UTI da unidade, onde permaneceu por oito dias. Após passar pelos cuidados intensivos, Bruna apresentou melhora e foi transferida para a enfermaria exclusiva para atendimento de casos da Covid-19.

No total, foram 11 dias de internação e, neste período, a força e resistência da paciente chamou a atenção da equipe médica da UTI, e foi lembrada hoje, enquanto a paciente se despedia dos profissionais. Muito emocionada, a jovem agradeceu a todos os colaboradores do Hospital Regional da Transamazônica por todo o cuidado e dedicação.

“Cuidaram de mim como se eu fosse filha deles. Se hoje eu tenho uma história, eles também fazem parte dela. As enfermeiras me falaram que conversavam e cantavam para mim, enquanto eu estava entubada e sedada”, conta emocionada a paciente.

Natural da cidade de Itaituba, a dona de casa é mãe de três filhas. “Vou cumprir o isolamento orientado pela médica aqui mesmo em Altamira e depois quero reencontrar minha família. Eu renasci e quero me dedicar ainda mais para as minhas filhas, elas foram a primeira coisa em que eu pensei quando me dei conta de que estava aqui”, disse Bruna, pouco antes da alta.

Despedida

Na saída do hospital, a jovem foi homenageada pelos profissionais do HRPT com um corredor de aplausos. “É uma sensação maravilhosa de dever cumprido. Estamos aqui pelos pacientes, sempre. Eles são nosso gás diário na luta contra o vírus”, disse a fisioterapeuta Grazielle Gonçalves, uma das profissionais da equipe multidisciplinar que cuidou de Bruna.

“Acompanhei a Bruna assim que ela deu entrada na UTI. Ela chegou em estado grave, mas, com o passar dos dias, foi respondendo positivamente ao tratamento. Ficamos bem próximas depois que ela foi desentubada, sempre conversávamos e ela me falava muito das filhas. Hoje eu me emocionei demais vendo ela sair recuperada daqui”, afirmou a técnica de Enfermagem da UTI adulto, Daniela Gaia.

90 pacientes recuperados

O HRPT alcança a marca de 90 pacientes recuperados da Covid-19, que retornaram para seus lares. Nesta sexta-feira, além de Bruna, Niquilaudo Queiroz, de 42 anos, e Jesuíno Souza, de 59, também deixaram a unidade recuperados, após oito e 15 dias de internação, respectivamente.

Imagens da alta dos pacientes disponíveis em: https://we.tl/t-pzPOBbcLtX

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade.

Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente, realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 24 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.